31.5.10

Blues Shadow - RETROANALISE

Numa altura em que os jogos de NES custavam 10.000 escudos (50 euros) e não tínhamos revistas de jogos Portuguesas para nos dizerem quais é que eram os jogos bons e maus descobri que o melhor sistema para avalia-los passava por alugar jogos numa papelaria que estava a dois quarteirões de distância da minha casa.


Após a terrível experiência que foi o "homem-aranha" e um "street fighter 2" pirata para a NES, fiquei agradavelmente surpreendido quando o terceiro jogo que aluguei acabou por ser um excelente Action Platformer.


Blue Shadow é um jogo que foi fortemente inspirado na saga Ninja Gaiden, em termos de jogabilidade e “feel” do jogo, tendo a própria Tecmo (empresa que criou o Ninja Gaiden) comprado os direitos para o Blue Shadow.

A história passa-se no ano 2029, e aparentemente daqui a 19 anos os Estados Unidos da América tornar-se-ão num regime Ditatorial apoiado por um exército de ciborgues (maldito sejas Obama!) e a nossa única salvação são dois ninjas cujas cuja razão para estar na nos EUA deve ser muito boa…. mas nunca nos é explicada.

Blue Shadow dá-nos o direito de jogar com duas personagens, mas as suas diferenças são mínimas. Hayate é mais resistente aos ataques do inimigos enquanto que Kaede é um pouco mais veloz, no entanto o facto de termos duas personagens jogáveis permite-nos jogar com um amigo, sendo esta característica a vantagem principal que Blue Shadow tem sobre qualquer outro jogo do género.


Os gráficos são incríveis, entre barcos no meio de tempestades, ou arranha-céus com vista nocturna para a cidade Blue shadow é um jogo que impressiona muita e a banda sonora não lhe fica atrás.


Os controlos são muito responsivos, podemos atacar, pular e escalar com a maior das precisões e ainda bem, porque os inimigos são muitos e variados, alguns vão contra nós em linha recta, outros atiram boomerangues, robôs que se separam em dois e até perigos ambientais como por exemplo jactos de vapor, a dificuldade do jogo é absolutamente sádica, mas felizmente os níveis são curtos o que nos dá algum tempo para respirar, além disso podemos sempre contar com as armas que vamos apanhando pelo caminho como por exemplo shurikens e correntes.


Sozinho ou com um amigo Blue Shadow é uma das melhores experiências que a NES nos pode proporcionar e eu pessoalmente recomendo-o totalmente.






















1 comentário:

Marco Cruz disse...

Lembro-me vagamente deste jogo, e tal como Ninja Gaiden a sua dificuldade é muito intensa! Um excelente jogo, sem dúvida.

Cumps